NOTÍCIAS


Coolio morreu por overdose de opioide

[ad_1]

Legista afirma que, além de fentanil, ainda foram encontrados traços de heroína e metanfetamina em seu sistema, segundo a ‘Hollywood Reporter’. Coolio em show no Riot Fest, em setembro de 2022, em Chicago Rob Grabowski/Invision/AP A morte do rapper Coolio, conhecido pela música “Gangsta’s Paradise”, foi causada por uma overdose de fentanil, um opioide anestésico 50 vezes mais potente que a heroína. Ele morreu em setembro de 2022 aos 59 anos. O empresário do cantor, Jarel Posey, disse à revista “Hollywood Reporter” que a família foi informada recentemente pelo legista de que também foram encontrados traços de heroína e de metanfetamina em seu sistema. Coolio: Michelle Pfeiffer, Snoop Dogg, Kenan Thompson e mais famosos prestam homenagem ao rapper A família também ficou sabendo que os problema de Coolio com asma e seu histórico como fumante também contribuíram para a morte. Nascido Artis Leon Ivey Jr. e criado na cidade de Compton, nos Estados Unidos, Coolio vendeu ao longo da carreira cerca de 17 milhões de discos, de acordo com a biografia em seu site. Rapper Coolio morre aos 59 anos Após se tornar conhecido na cena do rap em Los Angeles nos anos 1980, ele atingiu o maior sucesso em 1995 quando lançou a canção “Gangsta’s Paradise” como parte da trilha sonora do filme “Mentes Perigosas”, estrelado por Michelle Pfeiffer. Pela música, gravada com o rapper L. V., ele também ganhou o único Grammy de sua careira, em 1996. Pouco depois, ele ainda realizou seu primeiro e último show no Brasil ao se apresentar no Rio de Janeiro em maio de 1997.
[ad_2]
Fonte: G1


06/04/2023 – Web Rádio TOP

COMPARTILHE

@WEBRADIOTOPWM

(14) 98134-9663

[email protected]
Copyright © Web Rádio TOP – WMVOZ