NOTÍCIAS


Corte de impostos, privatização e postura após tragédias marcam os 100 dias do governo Tarcísio em SP Ex-ministro da Infraestrutura ganha elogios, sofre críticas e chega a 44% de aprovação entre paulistas, segundo pesquisa Datafolha

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), completa 100 dias na gestão do estado mais populoso do Brasil nesta segunda-feira (10). Até aqui, a trajetória se destaca com a defesa de privatizações; demonstração de empatia e postura diante de desastres naturais; liderança após ataque a escola paulistana; e assinatura de decretos para redução de impostos.

No campo das concessões, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) é uma candidatas a passar para as mãos da iniciativa privada. Ao mesmo tempo, apesar dos frequentes problemas, Tarcísio já foi firme em defender a manutenção dos contratos das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, da CPTM, hoje sob a administração da ViaMobilidade.

O republicano também se destacou pela presença pessoal em São Sebastião (SP) em fevereiro, quando deslizamentos de terra em série e desabamentos de casas provocaram uma tragédia humanitária no litoral norte paulista. Tarcísio chegou a transferir o gabinete pessoal da capital paulista para a cidade litorânea.

Nos cem primeiros dias, o governador ainda precisou lidar com um ataque covarde de um estudante de 13 anos a uma escola estadual da zona oeste de São Paulo. Na ocasião, colocou os secretários de Educação (Renato Feder) e Segurança Pública (Guilherme Derrite) para acompanhar de perto os desdobramentos do atentado.

A avaliação positiva da gestão de Tarcísio se comprova em números. Pesquisa Datafolha divulgada no último domingo (9) mostra que 44% dos paulistas consideram a administração boa ou ótima. Outros 39% apontam o atual governo estadual regular. Por outro lado, 11% veem a gestão Tarcísio entre ruim ou péssima. Outros 6% não souberam ou não responderam.

Além dos fatos citados, o governador de São Paulo ainda enfrentou uma greve no Metrô, recebeu críticas sobre a falta de ações na Cracolândia e precisou passar por cirurgia de emergência durante uma missão internacional na Europa. 

Veja abaixo os principais pontos dos 100 dias da gestão Tarcísio:

Privatizações

Desde a campanha eleitoral, o ex-ministro de Infraestrutura do governo Bolsonaro se mostrou a favor de conceder serviços públicos à iniciativa privada, como a Sabesp, mais linhas do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), o Porto de Santos, entre outros órgãos.

Dentre essas, a mais polêmica é a privatização da Sabesp, uma das maiores empresas de saneamento do mundo, que atende quase 29 milhões de pessoas com água e cerca de 25 milhões com tratamento de esgoto em 375 cidades paulistas.

De economia mista, a concessão da Sabesp divide a opinião dos paulistas por causa do risco de aumento da conta de luz e piora na qualidade do serviço e, ao mesmo tempo, o alívio que o repasse da empresa provocaria nos cofres paulistas.

Nas redes sociais, o assunto causa divergências. “Somos mensalmente assaltados por meio das contas de água, então a privatização da Sabesp é mais que necessária pelo fim do cabide de emprego e ladrões sindicalistas”, escreveu Edivaldo Ferreira.

Mari Simplício, por outro lado, opina que concordar com esta privatização é um “absurdo”. “Saneamento básico não é negócio, usar um bem tão essencial como lucro é um absurdo”, afirmou.

O governo paulista promete assinar, nos próximos meses, um contrato com uma empresa terceira para fazer pesquisas sobre a privatização da Sabesp. Freitas estima que a iniciativa deve ocorrer em 2024.

Postura em meio às tragédias

Outro fator que marcou o 100 primeiros dias do governador foi a postura que ele teve em meio às duas tragédias mais marcantes que ocorreram neste período: a do litoral norte, que deixou 65 mortos, entre elas, 18 crianças, e o ataque em uma escola na zona oeste da capital paulista há duas semanas, quando um aluno matou uma professora e deixou cinco feridos (dois estudantes e três docentes).




10/04/2023 – Web Rádio TOP

COMPARTILHE

@WEBRADIOTOPWM

(14) 98134-9663

[email protected]
Copyright © Web Rádio TOP – WMVOZ